domingo, 5 de agosto de 2018

MANGA ESPADA (manga chupada)


Zildo Gallo


Empunhar a espada dourada,
Suculenta abundância,
E verter o caldo amarelo na língua,
Saboreá-lo e senti-lo descendo,
Saborosa densidade,
Goela abaixo
E lambuzar-se sem dó
De cima até embaixo.

Não tem como chupar manga
No mais completo dos prazeres
Com a etiqueta de bons modos,
Tentando menino educado parecer.
A doce manga sempre nos remeterá
Aos nossos mais primitivos,
Aos nossos mais selvagens
Dos prazeres bem escondidos.


2 comentários: