sexta-feira, 22 de junho de 2018

CLARA CLAREANDO


Zildo Gallo


E Clarinha veio ao mundo...
Veio em pleno dia ensolarado
Trazendo a luz suave
Das noites da Lua cheia.

Araraquara, 21 de janeiro de 2018.
Para Clara, que nasceu hoje em São Paulo.


segunda-feira, 11 de junho de 2018

PAU-DE-SEBO

Zildo Gallo

https://opopularmm.com.br/mogi-guacu-teve-festa-para-criancas-e-pau-de-sebo-13591

Lá da venda do seu Portuga
Por alguém logo fui avisado
Hoje vai rolar um pau-de-sebo
Grande desafio a ser escalado
Devagar o pau vai secando
Seguidamente sendo esfregado
Pelos corpos dos meninos
Sempre alegres descamisados
Vale muito mais a farra
Do que os doces desejados
Bem lá no mais alto
Do bem mais alto
Em desafio dependurados


sexta-feira, 8 de junho de 2018

CONTRA O PODER (para Reich)


Zildo Gallo

http://www.entertheroom.pl/life/6178-wilhelm-reich-zaklinacz-chmur-i-orgazmu

O poder é para prender.
Abaixo o poder!
O poder é para matar.
Abaixo o poder!
O poder é para escravizar.
Abaixo o poder!
O poder é para cercar.
Abaixo poder!
O poder é para calar.
Abaixo o poder!
O poder é para torturar.
Abaixo o poder!
O poder é para inibir.
Abaixo o poder!
O poder é para negar.
Abaixo o poder!
O poder é para conspirar.
Abaixo o poder!
O poder é para assediar.
Abaixo o poder!
O poder é para enquadrar.
Abaixo o poder!
O poder é para dominar.
Abaixo o poder!
O poder é para roubar.
Abaixo o poder!
O poder é para desejar o poder.
Abaixo o poder!
O que mais faz o poder?
O poder junta os falos e as vaginas
Em danças subterrâneas rodeadas
De brumas escuras assassinas.
Abaixo o poder!
Abaixo o poder!
Abaixo o poder!
Infinitas vezes: abaixo o poder!
Toda liberdade aos falos e vaginas
Presos no Maha Lilah do poder!
Que falos e vaginas se movam
Na total luz do meio-dia!

terça-feira, 5 de junho de 2018

INVOCAÇÃO

Zildo Gallo

http://photos1.blogger.com/img/281/2011/1024/jagube.jpg

Oh! Senhor
Oh! Senhora
Dai-me tudo
Dai-me o que carrego
Que já bem posso carrear
Ao sul deste cruzeiro
Neste mundo de ilusões
Não me dê coisas além
Que assim fico aquém
Aquém de mim
Não de outrem
Dai-me a minha força
E nada além
Nada além...
Amém! Amém! Amém!

http://www.panhuasca.org.br/ingles/chacrona.htm

sábado, 2 de junho de 2018

EU VIRO ONÇA


Zildo Gallo

http://animais.hi7.co/onca-parda--uma-habil-e-agil-cacadora--57a97a3165726.html

Num acesso de raiva
Eu viro onça.
Quem me dera...
Quem me dera...
É muita pretensão,
Da mais pretensiosa,
Para um reles humano
A léguas, muitas léguas,
Da sua altiva majestade.
Num acesso de raiva
Rebaixo-me à condição
De reles humano raivoso,
O que não tem nada,
Nada da sua altivez,
Da sua nobreza,
Da sua elegância
E leveza
De bailarina das matas.


quinta-feira, 24 de maio de 2018

VIRANDO PIPOCA


Zildo Gallo

http://socorronacozinha.com.br/receita-pipoca-panela-pipoqueira/

Virar no maior avesso
No avesso do mais avesso
Só depois de toda pressão
E muito, muitíssimo calor...
Só depois do total ferver
Do fogaréu que vem debaixo
A queimar sem dó nenhum
E piedade nenhumazinha
Só assim é possível pipocar
No significado mais profundo
Mais revolucionário
Do explosivo verbo pipocar
E a pipoca será outra coisa
Totalmente... totalmente...
Totalmente outra coisa.


sexta-feira, 18 de maio de 2018

MANIFESTO À BELEZA IN NATURA


Zildo Gallo

https://www.pinterest.pt/pin/129337820528273974/

Farfalhar de folhas à suavidade do vento
Zumbir de abelhas nos campos coloridos
Nossas irmãzinhas frágeis e necessárias
Necessárias à diversidade in natura
À beleza in natura
À doçura in natura
Aos infernos os homens contra naturam
E seus venenos assassinos!