sexta-feira, 17 de novembro de 2017

OS GIRASSÓIS DE VAN GOGH

Zildo Gallo

https://joaorocha10.wordpress.com/category/auto-retrato/

Na escuridão das suas noites mentais,
Em desespero incontido,
Vincent retratava e se retratava
Como um girassol girando
À cata dos sóis de cada dia.
E todos os dias o sol se punha...
O sol sempre se punha...
Restava-lhe aprisionar as flores,
Cada uma das flores solares,
Nas suas pinceladas ligeiras,
Como quem bate uma fotografia.
A imagem saia-lhe das lentes dos olhos,
Escorregava-lhe pela mão ligeira
E plasmava-se veloz nas telas.
Então, tudo acontecia assim,
Como quem bate uma foto
Tentando não perder a magia,
A magia de cada instante,
Dos instantes das possíveis luzes.

https://seuhistory.com/hoje-na-historia/van-gogh-envia-quadros-dos-girassois-para-o-seu-irmao

2 comentários:

  1. Maravilhoso poema .Fico imaginando que deve ser isso que aconteceu eqto ele pintava esse quadro .

    ResponderExcluir
  2. It is actually a great and helpful piece of information. I am satisfied that you simply shared this helpful information with us. Please stay us informed like this. Thanks for sharing. Guest Posting Sites List 2018

    ResponderExcluir